Archive for the ‘ Mundo ’ Category

Que se faça a vida

J. Craig Venter, esse é o nome que todo mundo que estuda, estudou, ou pretende estudar algo relacionado a ciências da saúde e biológicas sabe.

Pioneiro na área Biotecnológica, ele revolucionou o processo de mapeamento do Genoma Humano, sendo que ele foi o primeiro homem a ter o código genético sequenciado. Depois disso ele substituiu o DNA de uma bactéria pelo DNA de outra bactéria de outra espécie, fazendo com que a célula original se transformasse, mudando assim a espécie da célula. E agora ele criou uma bactéria com o DNA criado em laboratório.


Como estudante e Biotecnologia isso é pra mim um marco na historia mundial, a gama de possibilidades que essa tecnologia pode gerar é extraordinária, sendo que a criação de um genoma sintético é apenas o primeiro passo para uma revolução biotecnológica. Com essa tecnologia há à possibilidade de criação do primeiro ser vivo sintético, uma nova espécie totalmente desenhada por humanos. Essas novas formas de vida podem fazer trabalhos extraordinários de todos os tipos, como produção de combustível, degradação de resíduos tóxicos, produção de remédios e vacinas, entre infinitas possibilidades.

É claro que como toda tecnologia ela pode ser usada pelo lado negro da força. A produção de armas biológicas, vírus e bactérias letais é algo com que se deve ter preocupação, mas os riscos são infinitamente menores do que por exemplo o Irã por as mãos em uma arma nuclear.  Esse medo não pode nunca é frear o avanço tecnológico, sendo que é uma tecnologia muito restrita e de alto controle e é impossível de ser utilizada numa caverna ou laboratórios de metanfetaminas.

Eu espero que muito em breve eu faça um post novamente sobre o J. Craig Venter, postando outro marco biológico, a criação de vida.

_______________________

Se você se interessou que quiser ler mais sobre segue os links abaixo:

Cientistas montam célula controlada por genoma fabricado em laboratório

Obama pede análise sobre implicações de genoma sintético

Anúncios

“Viagem” à Marte de 520 dias.

“Seis homens da Rússia, Europa e China se preparam para passar 520 dias juntos e isolados do resto do mundo, simulando uma viagem a Marte.
O “embarque” acontecerá em 3 de junho, quando três russos, um ítalo-colombiano, um francês e um chinês serão trancados num conjunto de apertados compartimentos na sede do Instituto de Problemas Biomédicos, em Moscou, onde ficarão até novembro de 2011, como parte da missão chamada Mars500.”
Trecho da reportagem da Globo.com que você pode, e deve, conferir nesse link.


Eu, ao contrario de muitas pessoas, acho importante as pesquisas espaciais. Graças a elas nós tivemos incríveis avanços em várias áreas, principalmente tecnológicas, se hoje você está sentado na frente de um PC, Mac, Notebook ou outro aparelho eletrônico que permita internet devem agradecer a Yuri Gagarin e Neil Armstrong e se você não conhecem esses homens, não adianta continuar lendo. (Não acredito realmente que Neil Armstrong foi à lua, mas esse é outro assunto)

Mas sério, gastar uma fortuna, por que não vai se barato essa brincadeira, para fazer um experimento psicológico? Pra ver como os participantes vão se comportar tendo que fazer essas funções? Além disso, os tripulantes da ISS (Estação Espacial Internacional) estão basicamente fazendo isso, experimentos, testes e vivendo isolados, mas pra valer, com resultados reais e com aplicações de verdade, não era mais fácil, barato e produtivo em vez de trocar a tripulação da ISS a cada seis meses deixar esses lá em cima, trabalhando de verdade, por 520 dias? Precisava desse aparato todo? E o pior é que isso não é treinamento, é simplesmente um experimento como eu já disse. Ninguém vai pra Marte, não tão sedo pelo menos.

Se chamassem o Pedro Bial poderiam fazer um BBME (Big Brother Mars Experiment). E quanto ao homem não ir para a lua, vou fazer ainda um post gigante sobre essa minha conclusão (e não teoria).